Outras PUBLICAÇÕES

Esta página é destinada a uma série de publicações que incluem insights, apresentações setoriais e screeshots econômicos que não possuem uma periodicidade definida. Este conteúdo também é produzido pelo nosso time de economia.

 

últimas Publicações 

 

Mercadosemergentes_Apetitederisco_2017
 

Brexit: Diagnosticando a economia do Reino Unido

24 de Outubro de 2017

A Zona do Euro surpreende positivamente, enquanto a economia do Reino Unido luta para se mantere. A previsão de crescimento do PIB na Zona do Euro para 2017 foi revisada de +0,2pp para +2,1% graças ao crescimento mais forte do comércio e do investimento (leia o relatório inteiro). 

Mercadosemergentes_Apetitederisco_2017
 Grécia: Do circulo vicioso ao virtuoso. Dessa vez é pra valer?

17 de Outubro de 2017

De volta ao crescimento: A perspectiva cíclica se ilumina com a expectativa de crescimento do PIB de até +1,0% em 2017 e +2,5% em 2018 (leia o relatório inteiro).

Mercadosemergentes_Apetitederisco_2017
 Mercados Emergentes

29 de Agosto de 2017

Desde o início de 2017, o fluxo de capital para os Mercados Emergentes se destacam acima da média de longo prazo, embora ainda estejam abaixo dos níveis observados há cinco anos. O impulso positivo está previsto para continuar no segundo semestre de 2017.Os países que oferecem altos rendimentos, como Brasil, Africa do Sul e Turquia, estão preparados para beneficiar mais  (leia o relatório inteiro).


Mercados Emergentes

29 de Agosto de 2017

Desde o início de 2017, o fluxo de capital para os Mercados Emergentes se destacam acima da média de longo prazo, embora ainda estejam abaixo dos níveis observados há cinco anos. O impulso positivo está previsto para continuar no segundo semestre de 2017.Os países que oferecem altos rendimentos, como Brasil, Africa do Sul e Turquia, estão preparados para beneficiar mais  (leia o relatório inteiro). 

Mercados Emergentes

29 de Agosto de 2017

Desde o início de 2017, o fluxo de capital para os Mercados Emergentes se destacam acima da média de longo prazo, embora ainda estejam abaixo dos níveis observados há cinco anos. O impulso positivo está previsto para continuar no segundo semestre de 2017.Os países que oferecem altos rendimentos, como Brasil, Africa do Sul e Turquia, estão preparados para beneficiar mais  (leia o relatório inteiro).